Acidente Vascular Cerebral – AVC

Acidente Vascular Cerebral – AVC

O derrame cerebral, nome popular do acidente vascular cerebral (AVC) é consequência da obstrução ou rompimento das artérias encarregadas de levar sangue oxigenado para o cérebro. A característica que mais chama a atenção nos sintomas de um derrame é que eles aparecem de repente e de um único lado do corpo. Fique atento se os seguintes sinais aparecerem:

– Perda de força súbita e/ou dormência súbita de um braço e/ou perna e/ou face, especialmente em metade do corpo 

– Dificuldade de falar ou entender a fala

– Alterações visuais súbitas em um olho, nos dois olhos ou na metade de cada olho

– Tontura (rotatória associada à falta de equilíbrio, falta de coordenação)

– Dor de cabeça súbita e intensa, diferente do habitual

ATENÇÃO: Minutos são fundamentais no atendimento a quem sofreu um AVC. Em caso de suspeita, é fundamental ligar para o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU – 192), Bombeiros (193) ou levar a pessoa imediatamente a um hospital para avaliação clínica detalhada.

Como prevenir o AVC?

Segundo o Ministério da saúde, muitos fatores de risco contribuem para o aparecimento de um AVC e de outras doenças crônicas, como câncer e diabetes. Alguns desses fatores não podem ser modificados, como a idade, a raça, a constituição genética e o sexo. Outros fatores, entretanto, dependem apenas da pessoa e são os principais para prevenir essas doenças.

-Não fumar;

-Não consumir álcool;

-Não fazer uso de drogas ilícitas;

-Manter alimentação saudável;

-Manter o peso ideal;

-Beber bastante água;

-Praticar atividades físicas regularmente;

-Manter a pressão sob controle;

-Manter a glicose sob controle.

Diagnóstico do AVC

O diagnóstico do AVC é feito por meio de exames de imagem, que permitem identificar a área do cérebro afetada e o tipo do derrame cerebral. Tomografia computadorizada de crânio é o método de imagem mais utilizado para a avaliação inicial do AVC isquêmico agudo, demonstrando sinais precoces de isquemia. 

Tratamento e reabilitação do AVC

O tratamento do AVC é feito nos Centros de Atendimento de Urgência, que são os estabelecimentos hospitalares que desempenham o papel de referência para atendimento aos pacientes com AVC. Essas unidades de saúde disponibilizam e realizam o procedimento com o uso de trombolítico, conforme Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) específico.

A reabilitação pode ser feita nos Centros Especializados em Reabilitação (CERS). A melhor forma de tratamento, atendimento e reabilitação, que podem contar inclusive com medicamentos, devem ser prescritos por médico profissional e especialista, conforme cada caso.

Deixe uma resposta

Fechar Menu